top of page

Análises Cefalométricas.

Analise cefalometrica 1.jpg

A cefalometria consiste na mensuração da cabeça, incluindo os tecidos moles de revestimento, e mostrou-se um método válido de diagnóstico na avaliação dos padrões de normalidade do complexo craniofacial.

 

Com a evolução tecnológica, houve também o aperfeiçoamento da técnica cefalométrica e de suas ferramentas. Holfrath e Broadbent, em 1931, desenvolveram o cefalostato, o que possibilitou a medição de diversas grandezas cefalométricas com maior precisão.

Posteriormente foram desenvolvidas inúmeras técnicas e sistemáticas para a caracterização da arquitetura esquelética da face.

 

A partir do agrupamento de diversas medidas cefalométricas, autores como Tweed, Downs, Ricketts, Mcnamara, Interlandi, Wits e Steiner, publicaram o seu método de avaliação, e através deles conseguimos, descrever, comparar e classificar casos clínicos. Pela relativa subjetividade, cada autor estipulou pontos, linhas e planos cefalométricos próprios para reproduzir as posições dentárias e esqueléticas, através de medidas angulares e lineares. radiografia - tomografia - odontológica

Padrões cefalométricos:

 

1) USP

2) ROTH JARABAK

3) LAVERGNE PETROVIC

4) PREVISÃO DE ERUPÇÃO DOS 3ºs MOLARES

5) BIMLER

6) DE ADENÓIDES

7) ROCABADO

8) PROFIS

09) RICKETTS

10) SCHWARZ

11) TWEED/STEINER

12) UNICAMP

13) MC NAMARA

14) FRONTAL DE RICKETTS

15) TREVISI

bottom of page